segunda-feira, 15 de novembro de 2010

A Tesourinha...

Eu estava preparando uma postagem para esta semana que falaria sobre este pequeno estrago que a "Tesourinha Cor-de-Rosa da Florinha" fez no final do ano passado, logo após tê-la ganhado junto com outros "materiais de trabalho", numa caixinha também cor-de-rosa que a madrinha Kátia montou para ela. Não havia falado sobre isso antes, pois queria mostrar o processo de "salvamento" das minhas queridas almofadas de natal que fiz ano passado... alguém se lembra delas?

Ei-las aqui. Falei bastante delas por aqui e mais no meu outro blog Coisa de Pano, pois deram bastante trabalho para costurá-las porque usei uma técnica complicada que mostro aqui.
Só que esta semana a terrível tesourinha entrou em ação novamente e fez "isso" (fotos abaixo) nos cabelos da pobre Suzi, que tinha longas madeixas loiras...


Mas tudo bem, quem não cortou na vida o cabelo de uma boneca? Mas é que a Suzi é uma boneca que ela acabou de ganhar no aniversário, e ficou quase careca, mas como é uma bonequinha moderna ficou satisfeita com o corte... o problema é que a terrível tesourinha cor-de-rosa não ficou satisfeita...


Hoje de manhã quando cheguei na sala, após deixar a Flora um pouco sozinha recortando uma revista, eis que encontro isso no chão... muitos papéis picados e vários cachinhos castanhos!

A danada testou primeiro na Suzi e depois partiu para os próprios cabelos.

Vejam a lateral que ela mais picou...


E como hoje é feriado (já perceberam que as "tragédias" aqui em casa só acontecem no feriado?...rs), lavei o que sobrou dos cabelos e dei uma endireitada...
Chorar não adianta, dei umas risadas escondidas dela para ela não se achar muito engraçadinha e joguei a tesoura no lixo, por um tempo não vai rolar tesourinha aqui em casa,
estou traumatizada!

7 comentários:

Gina disse...

Mas eu posso rir à vontade....kkkkkkk
Ainda bem que você sumiu com a tesoura....kkkkk
Bjs.

soniabernini disse...

Aqui em casa aconteceu algo parecido. Minha filha cortou a franja, jogou o cabelo no lixo e colocou um arco para a Dinda não peceber na hora...rsss.
Eu dei risada escondida.
Felizmente deu para acertar a fanja.
Bjs, Sonia

Doralice Araújo disse...

Eu e minha filha demos muitas risadas com o seu relato, Barbara; que tesourinha rosa danada...

Abraço; beijo na Florinha!

Adauto disse...

O que me lembra uma situação vivida por um amigo com chiclete no cabelo de seu pimpolho...

Tá aqui, ó: http://www.legal.adv.br/20050901/chiclete-no-cabelo/

Athena disse...

Hahahha adorei a parte: "dei umas risadas escondidas dela para ela não se achar muito engraçadinha"
Saudades imensas de vcs!!

Gabriela Martins disse...

Barbara, que lindo seu blog! volta a postar. Eu ja fui bem parecida com a flora, nao podia ver uma tesoura que o estrago era garantido! Pra piorar nem mesmo crescendo parei de fazer arte com a tesourinha, ate os 15 anos ainda tinha meus dias de querer virar cabelereira e depois ficava desesperada com os meus proprios estragos. Grande Flora! hihi um abraço

Barbara Horn disse...

Obrigada guria!!!! Sabe q eu me desmotivei na época porque quase não havia interação, quando comecei a usar o facebook a resposta era imediata e daí deixei de postar aqui e comecei a usar só o face...rs